Avançar para o conteúdo principal

Rosa Lobato de Faria morre aos 77 anos


A escritora Rosa Lobato de Faria morreu hoje em Lisboa, aos 77 anos, soube a Lusa de fonte da família.

A escritora encontrava-se doente desde uma intervenção cirúrgica a que foi submetida após uma infecção intestinal, no Verão passado.

A escritora nasceu em Lisboa em Abril de 1932.

Rosa Lobato de Faria foi poeta e ficcionista, tendo publicado em 2008 o último romance, «As Esquinas do Tempo».

Começou a publicar tarde, aos 63 anos, quando saiu o romance «O pranto de Lúcifer», em 1995, mas a escrita esteve presente na sua vida desde a infância, com a escrita dos primeiros poemas.

O essencial da sua poesia está reunido no volume «Poemas Escolhidos e Dispersos», editado em 1997.

Esteve várias décadas ligada à televisão, desde que se estreou na RTP como locutora nos anos 1960, tendo integrado como atriz várias telenovelas e séries televisivas.

Como actriz participou, por exemplo, nas novelas «Vila Faia», «Origens» e «Ninguém como tu» e entrou em séries de comédia como «Humor de perdição» e «A minha sogra é uma bruxa».

No cinema entrou recentemente nos filmes «Tráfico» (1998) e «A Mulher Que Acreditava Ser Presidente dos Estados Unidos da América (2003)», ambos de João Botelho.

Escreveu ainda dezenas de letras para canções, muitas delas para festivais da canção.

Recorde-se que a escritora sofreu um duro golpe emocional em Novembro de 2008 com a morte do marido, Joaquim Figueiredo Magalhães, de 92 anos, com quem estava casada há 33 anos.

Rosa Lobato Faria deixa 12 netos, nove raparigas e três rapazes, e quatro filhos, Teresa Sacchetti, João Sacchetti e Bi Rebelo de Sousa, fruto do casamento com António Sacchetti, e Nuno Franco, fruto da relação com Carlos Franco.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Saber número de eleitor e local de voto por SMS
Documentos necessários para votar?

Aproximam-se as eleições e com o novo cartão do cidadão a substituir o Bilhete de Identidade, o seu local de voto é alterado de acordo com o seu local de residência. Surge então a dúvida. Onde votar? Qual é o meu local de voto?

Alem disso quais os documentos necessários para se poder votar?

Qual o meu número de eleitor?

As novas tecnologias e sistemas informáticos permitem saber através de SMS, o seu local de voto e o seu número de eleitor.

Para tal basta enviar uma SMS para o número 3838 com o texto "RE (nº de BI) (data de nascimento) no formato AAAAMMDD, exemplo: RE 1444880 19531007"

A resposta terá o local de voto e o número de eleitor, que são suficientes para poderes votar.

Documentos necessários para poder votar?
O seu Bilhete de Identidade/Cartão do Cidadão e saber o seu número de eleitor.




Outras questões relativamente ao Recenseamento Eleitoral:

Quando mudo de residência, o que devo fazer para transferir para a minha inscrição no Recenseamento Eleitoral?
Solicitar e p…

Desconto de 6 cêntimos no combustível da Repsol - Cartão Banco Montepio

Através da parceria celebrada com a REPSOL, os Donos dos Banco, ou seja os Associados do Montepio Geral- Associação Mutualista têm agora uma vantagem adicional: um desconto de 6 cêntimos por litro no abastecimento de combustíveis na Rede de Estações de Serviços Repsol aderentes em Portugal Continental e Madeira. O desconto é imediato, basta apresentar o Cartão Montepio Repsol.
O valor do desconto é de 6 cêntimos de euro, por litro, sobre o PVP afixado no posto, é imediatamente deduzido ao valor do abastecimento e constará do recibo emitido.
Para mais informações, consulte aqui as condições e como aderir ou dirija-se a um balcão do banco Montepio ou posto de abastecimento da Repsol.