Avançar para o conteúdo principal

Extinção: Como seria a Terra sem humanos?


Sem se preocupar em estabelecer uma causa, a revista britânica ‘New Scientist’ arriscou descrever minuciosamente o eventual desaparecimento do Homem. Para concluir que, por exemplo, em cem mil anos a presença humana na Terra estaria reduzida a ruínas arqueológicas.

Mas as consequências da ausência do Homem na Terra começariam, contudo, muito antes, ou seja, imediatamente a seguir ao desaparecimento da espécie humana, com outras 15 mil espécies de animais, que hoje se encontram em vias de extinção, a conhecerem as portas da salvação. A partir daí as mudanças ocorreriam em catadupa.

Para imaginar o que seria da Terra 24 horas depois do adeus à raça humana, o exercício é simples. Basta que cada um de nós vista a pele de Tom Cruise no papel de David em ‘Vanilla Sky’ e depois tentar viver aquilo que o actor sentiu quando confrontado com uma Nova Iorque que nunca pára, sem pessoas, nem vozes, nem buzinadelas. O cenário é, no mínimo, estranho, mas não existe apenas nas fantasias do realizador do filme, Cameron Crowe. A Terra sem mão humana seria exactamente como o cineasta imaginou – sem poluição sonora. Quarenta e oito horas a seguir, as centrais eléctricas entravam em ‘blackout’, e as luzes sumiam-se, como a daquele semáforo para o qual David olha de esguelha enquanto espera e desespera por um sinal de vida.

As alterações seguiam-se ao fim de três meses com a diminuição da poluição atmosférica. Dez anos depois, dava-se o desaparecimento do metano da atmosfera. Após vinte anos, a natureza recuperava as estradas rurais e aldeias e, em 50 anos, os mares e oceanos seriam repovoados de peixes, enquanto os rios e lagos ficariam livres de nitratos e fosfatos. Em 100 anos, a vegetação tomaria conta das estradas urbanas e das cidades, inclusive das grandes metrópoles. E um século depois, seria de esperar o colapso de tudo quanto fossem estruturas de ferro e pontes.

O próximo milénio, ou seja a partir de 3007, ficaria marcado pelo desaparecimento da maioria das construções de pedra e tijolo, mas também pelo facto de a atmosfera voltar a reencontrar os níveis de dióxido de carbono existentes na época que antecedeu à revolução industrial.

Um salto no tempo e chegamos ao ano 52007, daqui a 50 mil anos, altura em que, na melhor das hipóteses, restariam apenas ruínas arqueológicas para testemunhar a passagem do Homem na Terra. Já os estragos devidos à mão da raça humana, esses demorariam um pouco mais a desaparecer: os resíduos químicos demorariam 200 mil anos e as escórias universais cerca de 2 milhões de anos.

A relativa rapidez com que a natureza tornava a florescer mal o Homem virasse costas é curiosa.
É caso para dizer que a natureza tem uma capacidade de resistência impressionante.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Estacionamento em tetris

Na Covilhã prima-se pela inovação... e ultimamente ha quem se esforce bastante para surpreender.. ha 2 semanas tivemos a invenção do estacionamento em tetris que consiste no que mostram as seguintes imagens, estacionar carros em pilhas para poupar espaço, obra duma aluna de Medicina no estacionamento do pólo de Medicina... na UBI aprende-se um pouco de tudo...




Esta semana foi a vez do sr. padeiro mostrar que não é preciso estudar 10 anos num Universidade para fazer com a carrinha do pão o que a menina fez com o Mini...





Fico á espera do proximo...

Saber número de eleitor e local de voto por SMS
Documentos necessários para votar?

Aproximam-se as eleições e com o novo cartão do cidadão a substituir o Bilhete de Identidade, o seu local de voto é alterado de acordo com o seu local de residência. Surge então a dúvida. Onde votar? Qual é o meu local de voto?

Alem disso quais os documentos necessários para se poder votar?

Qual o meu número de eleitor?

As novas tecnologias e sistemas informáticos permitem saber através de SMS, o seu local de voto e o seu número de eleitor.

Para tal basta enviar uma SMS para o número 3838 com o texto "RE (nº de BI) (data de nascimento) no formato AAAAMMDD, exemplo: RE 1444880 19531007"

A resposta terá o local de voto e o número de eleitor, que são suficientes para poderes votar.

Documentos necessários para poder votar?
O seu Bilhete de Identidade/Cartão do Cidadão e saber o seu número de eleitor.




Outras questões relativamente ao Recenseamento Eleitoral:

Quando mudo de residência, o que devo fazer para transferir para a minha inscrição no Recenseamento Eleitoral?
Solicitar e p…

Desconto de 6 cêntimos no combustível da Repsol - Cartão Banco Montepio

Através da parceria celebrada com a REPSOL, os Donos dos Banco, ou seja os Associados do Montepio Geral- Associação Mutualista têm agora uma vantagem adicional: um desconto de 6 cêntimos por litro no abastecimento de combustíveis na Rede de Estações de Serviços Repsol aderentes em Portugal Continental e Madeira. O desconto é imediato, basta apresentar o Cartão Montepio Repsol.
O valor do desconto é de 6 cêntimos de euro, por litro, sobre o PVP afixado no posto, é imediatamente deduzido ao valor do abastecimento e constará do recibo emitido.
Para mais informações, consulte aqui as condições e como aderir ou dirija-se a um balcão do banco Montepio ou posto de abastecimento da Repsol.