Avançar para o conteúdo principal

Extinção: Como seria a Terra sem humanos?


Sem se preocupar em estabelecer uma causa, a revista britânica ‘New Scientist’ arriscou descrever minuciosamente o eventual desaparecimento do Homem. Para concluir que, por exemplo, em cem mil anos a presença humana na Terra estaria reduzida a ruínas arqueológicas.

Mas as consequências da ausência do Homem na Terra começariam, contudo, muito antes, ou seja, imediatamente a seguir ao desaparecimento da espécie humana, com outras 15 mil espécies de animais, que hoje se encontram em vias de extinção, a conhecerem as portas da salvação. A partir daí as mudanças ocorreriam em catadupa.

Para imaginar o que seria da Terra 24 horas depois do adeus à raça humana, o exercício é simples. Basta que cada um de nós vista a pele de Tom Cruise no papel de David em ‘Vanilla Sky’ e depois tentar viver aquilo que o actor sentiu quando confrontado com uma Nova Iorque que nunca pára, sem pessoas, nem vozes, nem buzinadelas. O cenário é, no mínimo, estranho, mas não existe apenas nas fantasias do realizador do filme, Cameron Crowe. A Terra sem mão humana seria exactamente como o cineasta imaginou – sem poluição sonora. Quarenta e oito horas a seguir, as centrais eléctricas entravam em ‘blackout’, e as luzes sumiam-se, como a daquele semáforo para o qual David olha de esguelha enquanto espera e desespera por um sinal de vida.

As alterações seguiam-se ao fim de três meses com a diminuição da poluição atmosférica. Dez anos depois, dava-se o desaparecimento do metano da atmosfera. Após vinte anos, a natureza recuperava as estradas rurais e aldeias e, em 50 anos, os mares e oceanos seriam repovoados de peixes, enquanto os rios e lagos ficariam livres de nitratos e fosfatos. Em 100 anos, a vegetação tomaria conta das estradas urbanas e das cidades, inclusive das grandes metrópoles. E um século depois, seria de esperar o colapso de tudo quanto fossem estruturas de ferro e pontes.

O próximo milénio, ou seja a partir de 3007, ficaria marcado pelo desaparecimento da maioria das construções de pedra e tijolo, mas também pelo facto de a atmosfera voltar a reencontrar os níveis de dióxido de carbono existentes na época que antecedeu à revolução industrial.

Um salto no tempo e chegamos ao ano 52007, daqui a 50 mil anos, altura em que, na melhor das hipóteses, restariam apenas ruínas arqueológicas para testemunhar a passagem do Homem na Terra. Já os estragos devidos à mão da raça humana, esses demorariam um pouco mais a desaparecer: os resíduos químicos demorariam 200 mil anos e as escórias universais cerca de 2 milhões de anos.

A relativa rapidez com que a natureza tornava a florescer mal o Homem virasse costas é curiosa.
É caso para dizer que a natureza tem uma capacidade de resistência impressionante.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Saber número de eleitor e local de voto por SMS
Documentos necessários para votar?

Aproximam-se as eleições e com o novo cartão do cidadão a substituir o Bilhete de Identidade, o seu local de voto é alterado de acordo com o seu local de residência. Surge então a dúvida. Onde votar? Qual é o meu local de voto?

Alem disso quais os documentos necessários para se poder votar?

Qual o meu número de eleitor?

As novas tecnologias e sistemas informáticos permitem saber através de SMS, o seu local de voto e o seu número de eleitor.

Para tal basta enviar uma SMS para o número 3838 com o texto "RE (nº de BI) (data de nascimento) no formato AAAAMMDD, exemplo: RE 1444880 19531007"

A resposta terá o local de voto e o número de eleitor, que são suficientes para poderes votar.

Documentos necessários para poder votar?
O seu Bilhete de Identidade/Cartão do Cidadão e saber o seu número de eleitor.




Outras questões relativamente ao Recenseamento Eleitoral:

Quando mudo de residência, o que devo fazer para transferir para a minha inscrição no Recenseamento Eleitoral?
Solicitar e p…

Desconto de 6 cêntimos no combustível da Repsol - Cartão Banco Montepio

Através da parceria celebrada com a REPSOL, os Donos dos Banco, ou seja os Associados do Montepio Geral- Associação Mutualista têm agora uma vantagem adicional: um desconto de 6 cêntimos por litro no abastecimento de combustíveis na Rede de Estações de Serviços Repsol aderentes em Portugal Continental e Madeira. O desconto é imediato, basta apresentar o Cartão Montepio Repsol.
O valor do desconto é de 6 cêntimos de euro, por litro, sobre o PVP afixado no posto, é imediatamente deduzido ao valor do abastecimento e constará do recibo emitido.
Para mais informações, consulte aqui as condições e como aderir ou dirija-se a um balcão do banco Montepio ou posto de abastecimento da Repsol.

Tarifário Vodafone Directo - 8 cents/min para todas as redes!

O novo tarifário está disponível para todos os clientes Vodafone, sejam Vitaminas ou Yorns. A alteração para este tarifário implica o carregamento de 20 Euros.
O tarifário é de carregamento livre, contudo para ter acesso à tarifa de 8 cênts/min para todas as redes é necessário carregar 15 Euros por mês. Não efectuando carregamento ou carregando montantes inferiores a tarifa para todas as redes será 17 cênts/min.
Mais informações aqui ou pela linha 16911 (linha de apoio ao tarifário Vodafone Directo, taxada de 0,40 cênts/min)